Teorias Da comunicação

Início » Teoria Espiral do silêncio

Teoria Espiral do silêncio

  A teoria começou a ser estudada na década de 60, com base nas pesquisas sobre efeitos dos meios de comunicação em massa e foram elaborados pela socióloga e cientista política alemã Elizabeth Noelle-Neuman. Segundo Noelle-Neuman “O resultado é um processo em espiral que incita os indivíduos a perceber as mudanças de opinião e a segui-las até que uma opinião se estabelece como atitude prevalecente, enquanto as outras opiniões são rejeitadas ou evitadas por todos, à exceção dos duros de espírito”
Nessa teoria o importante são as opiniões dominantes, e estas tendem a se refletir nos meios, a opinião individual passa por um processo de crivo do coletivo para ganhar a força. Sobre essa teoria é importante lembrar que existe um enclausuramento dos indivíduos no silêncio quando estes tem opiniões diferentes dos vinculados pela mídia.No momento em que uma opinião individual difere da maioria ou do pensamento coletivo, pode ocorrer uma reação de isolamento social do indivíduo, em que as pessoas alteram a sua forma de pensar ou são silenciadas.Por exemplo o preconceito racial, ele  existe mas está “camuflado” na sociedade.
  A mesma mídia que diz publicar o que é de opinião pública é aquela que é indiferente à população quando esta precisa. A Teoria do Espiral do Silêncio ajuda a entender como a mídia funciona em relação à opinião pública e silencia suas idéias. Noelle-Neuman dizia que para entender melhor como funciona a Espiral do Silêncio, é preciso conhecer os três mecanismos pelos quais a teoria influencia a mídia sobre o público:
1) Acumulação: excesso de exposição de determinados temas na mídia
2) Consonância: forma semelhante como as notícias são produzidas e veiculadas
3) Ubiqüidade: presença da mídia em todos os lugares.
Anúncios

8 Comentários

  1. Gostei,sem duvida muitas pessoas preferem viver sozinhas,trabalham nos meios sociais como comercio e industria,mas quando chegam em suas casas, passam o corpo pra dentro e tranca a porta vem o alivio ou frustação por viver num mundo onde se odeia ou se lamenta.
    Devo dizer odiar,pois tais pessoas vivenciam os erros de seus semelhantes e nada podem fazer,pois o que desejam nem sempre sera intendido por aquela que nescessita de ajuda,pode até ser vexada por aquele (a) que esta caido ao chão,pensando bein que lá fique; resultado o ódio prevalesce separando e isolando aquele que tem uma opinião que não faz parte da massa populacional.
    O lamento é fruto da frustação do aquilo “poderia eu ter tentado mais uma vez” – Resultado a pessoa vai atrás de mais informações que vira praticamente a sua unica fonte de inspiração e de motivação para continuar mais um dia;está pessoa a cada informação mais distante fica da sociedade totalmente idiotizada pela mídia e jornais controlados..
    Um antídoto – “A HUMILDADE” – Deve prevalescer acima de tudo,só assim você vai conseguir suportar o meio em que você se encontra,de um lado a morte involuntária do seu proximo pelo comodismo e ignorância, do outro lado conhecimento,cultura sadia,informações,livros,pesquisas,documentários,educadores perpetuados por seus feitos os quais enfrentaram grandes batalhas contra verdaeiros mestres da ilusão e falsários das verdades reveladas por muitos que aqui já estiveram, e hoje não o podem sair em defesa daquilo que deixaram para nós.Esses piratas e assassínos covardes que são os usurpadores de todo o bem e do “bom conhecimento”
    Nunca vi hoje tamanha covardia com aquilo que é correto e honesto,principalmente em nosso país,devido a esse governo federal que tanto humilha as pessoas moralmente,espiritualmente e fisicamente. “Basta”

    • luburk disse:

      Sim concodo plenamente com tais palavras, perfeita sua análise, infelizmente cada um escolhe um meio de viver, e alguns mesmo desejando o bem de si mesmos e daqueles que gostam, optam pelo pior caminho !
      Obrigado pela participação comentários são importantes para engradecer o ser.

  2. […] das teorias de comunicação mais conhecidas é a espiral do silêncio. Ela passou a ser estudada na década de 60 pela socióloga e cientista política alemã Elizabeth […]

  3. zohan mardez disse:

    gostei de conhecer esta teoria, deu para por o fim a duvida que tinha.

  4. Pedro disse:

    Isso é tão verdadeiro que, até na hora de ser democrático você pode se trancar com medo das pessoas não aceitarem a sua opinião. Para mim é a pior das teorias.

  5. David da Silva Santos disse:

    Poucas palavras, mas direto ao assunto, o que é perfeito para explicar coisas que a gente sente no ar, mas não sabe definir.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: